Meu Escândalo Pessoal


E agora a estréia definitiva do novo espetáculo: PUTISMO.



Escrito por Screamer às 21h36
[   ] [ envie esta mensagem ]




Até 21 de setembro. No Galpão Arthur Netto.



Escrito por Screamer às 17h28
[   ] [ envie esta mensagem ]




Tá chegando!!!

 



Escrito por Screamer às 07h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




Hoje: 06 anos sem Itamar Assumpção!!!



Escrito por Screamer às 10h27
[   ] [ envie esta mensagem ]




Galpão Arthur Netto!!!

Marquem em suas agendas: dia 30 de junho será inaugurado o (novo) Galpão Arthur Netto. Muita programação cultural, muito fomento à discussão artística, muita energia pra cultura vem na baila do Galpão. O novo endereço é na Rua Fausta Duarte de Araújo, 23, Jd. Santista, Mogi das Cruzes. As linhas principais de atuação serão resgate da memória cultural e artística brasileira e pesquisa de novas linguagens. Segue a foto do Galpão.

Evoé!!!!



Escrito por Screamer às 12h10
[   ] [ envie esta mensagem ]




João Nogueira!!!!

Hoje, 05.06.09, faz 09 anos da morte do grande João Nogueira. Então aqui uma entrevista, uma apresentação dele com uma das músicas mais fantásticas já compostas no universo da MPB e uma reportagem sobre o dia de sua morte.

Salve, João Nogueira!!!

 

 

 



Escrito por Screamer às 11h32
[   ] [ envie esta mensagem ]




Pimpinella

Me perdoem a licença poética para o blog, mas eu tinha que publicar isso!

 



Escrito por Screamer às 16h37
[   ] [ envie esta mensagem ]




Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 01/04/2009, com um bem humorado e sarcástico diálogo travado no fictício dia da verdade, em oposição ao dia da mentira (ontem).

Áudio original disponível no site da CBN (
link aqui).

/**********************************************************************************


Um choque de sinceridade

pinóquio
Hoje é primeiro de abril, dia da mentira. De todas as datas que celebramos anualmente, formais ou informais, oficiais ou não, o dia da mentira é a mais obscura. Não há registros claros de como tudo começou, nem quando e nem onde. Há, naturalmente, várias teorias conflitantes sobre a origem do dia da mentira. Mas fazendo jus à data, não há como provar que uma delas seja a verdadeira.

Por outro lado, não existe o dia da verdade, o que é uma pena. Seria o dia em que cada pessoa poderia chegar a seu local de trabalho e dizer exatamente o que pensa, sem ser punida pela sinceridade. No dia da verdade, o chefe faria a avaliação de desempenho de uma funcionária, de maneira bem diferente do que costuma fazer.

Diria o chefe:
- Samanta, essas avaliações são um desperdício de tempo, mas a empresa me obriga a fazê-las.

- Chefe, responderia Samanta, eu acredito que avaliações funcionam quando são feitas por alguém competente, o que não é o seu caso.

- Como sempre, Samanta, você tem alguma coisa inteligente para dizer, e isso faz com que eu me sinta inseguro, além de me irritar profundamente.

- Obrigado por compartilhar isso comigo, chefe. De hoje em diante, farei o possível para irritá-lo cada vez mais.

- Muito bem, Samanta. Seu desempenho foi excelente, o que me deixa apavorado. Preciso encontrar alguma coisa para fazer com que você se sinta pior do que realmente é.

- Humm, que tal cooperação, chefe? Porque eu detesto cooperar com alguém insensível e mal-educado como o senhor. Embora, eu viva fazendo de conta que respeito a hierarquia.

- Ótima sugestão, Samanta. Como é que eu não pensei nisso?

- É que pensar nunca foi o seu forte, chefe.

- Certo, Samanta. Agora, assine aqui e me dê licença porque preciso fingir que estou trabalhando.

- Qualquer coisa, chefe, estarei ali na minha mesa, admirando a sua falta de capacidade.

- Maravilhoso, Samanta. Mas não esqueça: o dia da verdade é só hoje. A partir de amanhã, voltamos à velha rotina de guardar a verdade para nós mesmos.

- Por falar nisso, chefe, amanhã vou fazer uma entrevista em outra empresa. E dar a desculpa que me atrasei porque tive um problema pessoal.

- Só se você chegar depois das dez, Samanta, porque amanhã vou dormir até tarde e dizer a meu diretor que fui visitar um cliente.

Max Gehringer, para CBN.



Escrito por Screamer às 18h48
[   ] [ envie esta mensagem ]




Da série "Algumas Músicas me Inspiram Muito Mais do Que Deveriam!"

Silêncio no Brooklin

Max de Castro

 Bem ou mal
Estamos aí
Não há heróis
Não há vilões
Nenhum pastor
Um só rebanho
Em outros carnavais o lobo
Fantasiava-se de lobo

Havia o medo
Mas havia o lago
Onde morava o monstro
Hoje há tanta bala perdida
No meio do caminho
Qual será a sua origem
Qual vai ser o seu destino
A cidade é um circo
E a platéia da arquibancada
Assiste ao show bizarro
A vida na corda bamba
Se equilibrando no fio da navalha
Mas os carros estão salvos
No estacionamento
E nem tudo está perdido
O amor ainda é maior que o lucro dos bancos
Quem tem mais, pode mais
Vai fazer o quê
É a lei

O novo Moisés separa a cidade e diz:
Daqui você não passa
Aqui você não entra
Você é o que você tem
O que você tem diz quem você é
E o que pertence à todos
Na real não é de ninguém
Mas pensar diferente é perigoso demais
Tem um jovem menino
Que sabe que ele existe
Mas assiste de canto
A cidade indiferente dando-lhes as costas
Silêncio no Brooklin



Escrito por Screamer às 14h16
[   ] [ envie esta mensagem ]




Sem comentários...



Escrito por Screamer às 10h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




 

O “TER” é falível!
Cris Silva durante ensaio de "Intolerância".


Escrito por Screamer às 22h27
[   ] [ envie esta mensagem ]




Trecho de "Tratado Sobre a Tolerância" de Voltaire

 

A natureza diz a todos os homens: eu os fiz nascer todos fracos e ignorantes para vegetar alguns minutos na terra e para adubá-la com seus cadáveres. Porquanto fracos, ajudem-se: porquanto ignorantes, iluminem-se e suportem-se. Quando todos estiverem de acordo, o que certamente nunca acontecerá, mesmo que houvesse um só homem de opinião contrária, vocês deveriam perdoá-lo; de fato, sou eu que os leva a pensar como pensam. Eu lhes dei braços para cultivar a terra e uma pequena luz de razão para guiá-los; coloquei em seus corações um germe de compaixão para que se ajudem uns aos outros a suportar a vida. Não bafem esse germe, não o corrompam, saibam que é divina e não o substituam a voz da natureza pelos miseráveis furores da escola.

Sou eu somente que ainda os une, apesar de vocês com suas necessidades recíprocas, até mesmo no meio de suas guerras cruéis tão levianamente empreendidas, teatro eterno dos erros, dos acasos e das desgraças. Sou eu somente que, numa nação, detém as conseqüências funestas da divisão interminável entre a nobreza e a magistratura, entre esses dois órgãos e aquele do clero, entre o próprio burguês e o cultivador. Todos eles ignoram os limites de seus direitos, mas todos eles ouvem, apesar deles a seu tempo, minha voz que fala seu coração. Somente eu conservo a eqüidade nos tribunais, onde tudo seria entregue, sem mim, à indecisão e aos caprichos, no meio de um acúmulo de leis feitas muitas vezes ao acaso e por causa de uma necessidade passageira, diferentes entre elas de província para província, de cidade para cidade, e quase sempre contraditórias entre si no mesmo lugar. Só eu posso inspirar a justiça quando as leis só inspiram a trapaça. Aquele que me ouve, sempre julga bem e aquele que não procura senão conciliar opiniões que se contradizem é aquele que acaba se desgarrando.

Há um edifício imenso, cujos fundamentos foram feitos com minhas próprias mãos; era sólido e simples, todos os homens podiam entrar nele com segurança; quiseram acrescentar-lhe os mais bizarros, os mais grosseiros e os mais inúteis ornamentos; a construção cai em ruínas por todos os lados; os homens tomam suas pedras e as atiram na cabeça uns dos outros; eu lhes grito: parem, afastem-se desses escombros funestos que são a obra de vocês todos e fiquem comigo em paz no edifício inabalável, que é o meu.



Escrito por Screamer às 17h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




Recomendo!

Projeto do Garagem 21, do César Ribeiro. Camarada que escreve coisas que admiro e que dirige de maneira que admiro.

Fizemos muita coisa de teatro juntos.

E com projeto novo, nome novo para o grupo, peças novas e tudo mais, acho que vai dar o que falar.

Só o que não é novo é o primeiro espetáculo, e único que eu já conheço: Queen. Um puta espetáculo, com um puta texto legal e um SENHOR ATOR: Sérgio Coelho. Meu amigo e um de meus mentores artísticos (e ele sabe disso!).

Boa Sorte, galera!

Maiores informações: www.ciaderquestracaocenica.zip.net.

 



Escrito por Screamer às 20h30
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por Screamer às 11h27
[   ] [ envie esta mensagem ]




Na cidade eu já vi esperança! Já vi vida! Na cidade eu já vi possibilidades humanas! Vi a beleza organizada das pessoas se entrecruzando. Na cidade eu já vi o milagre das pessoas e das coisas. Já vi o divino na cidade. E o divino eram as pessoas se encontrando. Nas ruas, nas avenidas, nas vielas, nas highways, nas marginais. O divino urbano: milagre, esperança, vida, possibilidades, beleza, poesia.

Na cidade eu já vi poesia. Eu olhei para os carros parados uns atrás dos outros e o que eu vi? Só vi gente, gente reunida com algum objetivo: chegar a algum lugar. Eu olhei para o congestionamento e vi poesia humana. Vi todas aquelas pessoas juntas e pensei em todas sendo gentis ao mesmo tempo.  Pensei: - Isso pode mudar a ordem das coisas!!! Olhei para todas aquelas pessoas sentadas confortavelmente em seus carros, esperando o trânsito andar e vi um único sentido: amor...

Trânsito é amor! Trânsito é amor!

Na cidade eu vi amor!!!

 

(trecho do espetáculo teatral "Intolerância" da Cia do Escândalo)



Escrito por Screamer às 11h28
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English
MSN -
Histórico
  20/09/2009 a 26/09/2009
  30/08/2009 a 05/09/2009
  14/06/2009 a 20/06/2009
  07/06/2009 a 13/06/2009
  31/05/2009 a 06/06/2009
  19/04/2009 a 25/04/2009
  29/03/2009 a 04/04/2009
  22/03/2009 a 28/03/2009
  15/03/2009 a 21/03/2009
  08/03/2009 a 14/03/2009
  01/03/2009 a 07/03/2009
  22/02/2009 a 28/02/2009
  15/02/2009 a 21/02/2009
  08/07/2007 a 14/07/2007
  20/05/2007 a 26/05/2007
  13/05/2007 a 19/05/2007
  15/04/2007 a 21/04/2007
  08/04/2007 a 14/04/2007
  25/02/2007 a 03/03/2007
  11/02/2007 a 17/02/2007
  28/01/2007 a 03/02/2007
  21/01/2007 a 27/01/2007
  14/01/2007 a 20/01/2007
  10/09/2006 a 16/09/2006
  30/07/2006 a 05/08/2006
  23/07/2006 a 29/07/2006
  16/07/2006 a 22/07/2006
  09/07/2006 a 15/07/2006
  02/07/2006 a 08/07/2006
  25/06/2006 a 01/07/2006
  18/06/2006 a 24/06/2006
  11/06/2006 a 17/06/2006
  28/05/2006 a 03/06/2006
  21/05/2006 a 27/05/2006
  14/05/2006 a 20/05/2006
  07/05/2006 a 13/05/2006
  30/04/2006 a 06/05/2006
  23/04/2006 a 29/04/2006


Outros sites
  Contadores de Mentira
  César Ribeiro
  Léo Lama
  Sérgio Salvia Coelho
  Cleiton Pereira
Votação
  Dê uma nota para meu blog